Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"A Derradeira Ilusão" de Diane Chamberlain

Passatempo

Passatempo
Resultado!!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

sábado, 27 de junho de 2015
Autora: Samantha Hayes
Edição/reimpressão: 2015
Páginas: 304
Editor: TopSeller
ISBN: 9789898800169

Sinopse:
Dois anos após uma assustadora vaga de suicídios entre adolescentes, a vila remota de Radcote começa a retomar a normalidade.
A inspetora Lorraine Fisher acaba de chegar para visitar a família, e o que encontra é uma atmosfera tensa e preocupante. A comunidade vê-se a braços com novas mortes misteriosas e até o seu sobrinho adolescente, Freddie, parece estar a afundar-se em pesadelos do passado.
Quando Freddie desaparece, Lorraine sabe que tem de agir rapidamente… antes que seja tarde demais.
Perverso, intenso e totalmente compulsivo, Antes Que Morras confirma Samantha Hayes como uma das grandes autoras de suspense da atualidade.


Opinião:
Já tinha lido o livro anterior da coleção e apesar de não ter sido um dos meus favoritos dentro do género, não resisti a dar outra oportunidade à autora, a fim de determinar se a iria ou não seguir. Mais uma vez fiquei com dúvidas. Se por um lado parece que a história tem imenso potencial, por outro (na minha opinião), a autora não sabe desenvolver todo esse potencial. Acaba por ser uma autora que, mais uma vez, fiquei sem saber se quero ou não continuar a acompanhar...

A inspectora Lorraine Fisher está de férias. Visto que férias é uma palavra um pouco vaga no seu dicionário, não resiste a ir visitar a família, uma pratica pouco usual no dia a dia da inspetora. Mas quando chega àquela casa, que anteriormente era alegre e cheia de vida, encontra uma casa em que os membros da família mal se falam e em que o filho mais novo, Freddie, o sobrinho de Lorraine, encontra-se constantemente trancado no quarto, não querendo contacto algum com pessoas de fora e apenas saindo para comer e pouco mais.

Nunca pequena cidade ainda ameaçada com o horror dos homícidios recentes entre adolescente, uma verdadeira avalache de homícidios que começaram a ocorrer do nada e sem motivo algum aparente, o facto de um adolescente ter mudado totalmente de maneira de ser e de se encontrar fechado sobre si mesmo e sem comunicar com o exterior, acaba por preocupar imenso a família de Freddie, a tia incluída (a inspectora Lorraine).

Quando um adolescente aparece do nada morto, num aparente acidente de mota, considera-se de imediato que, ou foi um acidente, ou homicídio. Mas um rapaz local, conhecido pelas suas loucuras e por possuir um atraso mental, acaba por provar que algo de estranho se passou naquele acidente e que nem tudo é o que parece.

Não sei bem o que pensar deste título. Por um lado é um livro com uma história muito interessante, por outro, houveram aspectos que a autora poderia ter aprofundado e a própria história poderia tomar outro rumo. Comparativamente ao anterior, acho que posso dizer que está ao mesmo nível, apesar de ter um maior aprofundamento da personagem principal. Afinal de contas, neste livro, Lorraine Fisher visita a família e tal permite-nos ver as interações familiares "ao vivo". Gostei da parte psicológica de Freddie e do outro senhor que tinha o atraso mental, e estas foram as melhores partes de todo o livro. Eram partes que nos deixavam a adivinhar, a querer saber mais e mais sobre o que se passava com as personagens. Por outro lado, e contra muitas expectativas, uma das personagens mais fracas era a principal, ou seja, era a inspectira Lorraine Fisher.

Um livro interessante para passar um bom bocado, apesar de dentro do género existirem melhores. A autora não sabe aproveitar todo o potencial da sua história e o final deixou muitas dúvidas no ar... Quantos segredos consegue uma família guardar e continuar, mesmo assim, uma família funcional?

0 devaneios :