Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Se Eu Fosse Tua" de Meredith Russo

Passatempo

Passatempo
Resultado!!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

sexta-feira, 1 de janeiro de 2016
Autora: Tessa Dare
Edição/reimpressão: 2015
Páginas: 304
Editor: TopSeller
ISBN: 9789898491336

Sinopse:
Ela tinha tudo o que uma donzela da sua posição podia querer: era linda e estava noiva do solteiro mais cobiçado da cidade. Um longo e desesperante noivado, porém, levou-a a querer romper o compromisso e a tomar as rédeas da sua vida.
Clio Whitmore está noiva do Marquês de Granville há oito anos, mas ele está sempre ausente no estrangeiro, levando-a ao desespero por não se sentir desejada. Quando Clio herda um castelo que lhe proporciona independência financeira, decide romper o noivado e iniciar uma nova vida. Para tal, ela terá de convencer Rafe, irmão e procurador do Marquês, a aceitar o fim do noivado. Mas Rafe tem planos para a fazer mudar de ideias, organizando-lhe um casamento de sonho...
Ele começa com flores. Um casamento nunca tem flores suficientes... Ele diz-lhe que ela dará uma belíssima noiva… e tenta não imaginá-la como sua.
Como conseguirá Rafe convencer Clio a casar-se sem se deixar vencer pelos sentimentos que crescem dentro dele, e que são a cada dia mais fortes?
Ele não irá apaixonar-se pela única mulher que nunca poderá beijar nem dizer ser sua. Ou irá?


Opinião:
Adoro este tipo de livros!! Se uma pessoa quer algo leve, divertido e romântico, não há nada melhor do que um bom romance histórico para alegrar o dia. Após uma leitura mais obscura, achei que estaria na altura ideal para começar a ler algo que sei que me deixa sempre com um sorriso nos lábios. Como este livro tinha chegado não há muito tempo, achei que era sem dúvida alguma a altura perfeita.

Clio espera há anos e anos pelo seu cavaleiro andante. Prometida a uma dos cavalheiros mais importantes da zona, sabe que o seu casamento é um acontecimento há muito esperado... Literalmente!! Acontece que o noivo de Clio encontra-se fora do país há inúmeros anos. Anda de um lado para o outro e nunca se lembrara de ir visitar aquela mulher que decidira que havia de tomar como sua. Clio acaba por se tornar ainda pior do que uma solteirona, pois essas têm esperança de vir a casar se tiverem sorte. Clio acaba por se tornar uma noiva que está à espera do noivo há mais de oito anos!! Mais desesperante é impossível. Esse tempo todo de espera acaba por a tornar uma mulher independente, que decide que agora que tem um castelo, um bom meio de sustento, quer terminar o noivado e ser livre de vez.

Mas para isso Clio precisa de alguém que a consiga retirar legalmente do noivado. E quem melhor para isso do que o irmão do próprio noivo? Um homem que apesar de alguma má reputação não quer que o irmão regresse e descubra que perdera a noiva do nada. Para isso, tenta demover Clio da sua decisão a todo o custo e fazendp aquilo a que todos os homens fogem... planear o casamento de Clio. Mostra-lhe as melhores flores, as melhores igrejas, os vestidos mais belos... Tudo com o objetivo de a demover da ideia ridícula de desfazer o noivado, enquanto luta contra os seus sentimentos que são cada vez mais profundos à medida que conhece melhor a noiva do irmão.

Não posso dizer que seja o livro mais inovador de sempre, mas admito que me surpreendeu. Acho que ainda não tinha lido nenhum livro deste género em que o irmão do noivo tentasse a todo o custo impedir que o noivado do irmão fosse por água a baixo, tendo para isso de se tornar quase mulher e pensar como mulher, vendo os melhores e mais bonitos vestidos de noiva, as flores mais perfumadas e as igrejas mais belas de todo o país!! Claro que ajuda o facto de que Rafe adorar o irmão mais velho e amar a sua noiva mais do que tudo, querendo apenas que estes sejam felizes e considerando que a ideia de Clio de desfazer o casamento não passa de uma ideia amalucada que surgira na sua cabeça. Uma ideia de uma mulher que se encontra à espera há tempo de mais... E todos sabemos como as mulheres são conhecidas pela sua impaciência, ou não é verdade?

Estas são duas personagens que se completam na perfeição e as cenas que protagonizam juntos são divertidas e prendem o leitor ao longo de todas as páginas da narrativa. A autora tem um dom para a escrita destes romances e consegue sempre adicionar algo mais o que acaba, mais tarde ou mais cedo, por nos apaixonar.

Um livro que aconselho a todos os românticos que querem ler algo divertido nestes dias mais frios.

0 devaneios :