Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Prometes Amar-me?" de Monica Murphy

Passatempo

Passatempo
Até 23 de Julho

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

quinta-feira, 11 de agosto de 2016
Autor: Andy Jones
ISBN: 9789896650483
Edição ou reimpressão: 2016
Editor: Suma de Letras
Páginas: 368

Sinopse:
Nós os dois é um romance enternecedor e honesto que o fará rir e comover-se ao mesmo tempo. Fala sobre a vida, o amor e a importância de não tomar ninguém por garantido. Apaixonar-se é a parte fácil. Importante é o que acontece depois.


Opinião:
Este livro não me despertou grande atenção, sou 100% sincera. Desde a capa, à sinopse, parecia um drama romântico, um género literário que não é o meu favorito, daí o meu desinteresse. Apenas me decidi a lê-lo devido a outras críticas que lera sobre ele, sendo que essas críticas sim, chamaram-me a atenção. Foi um livro que considerei real, com uma premissa igual a muitas outras mas que segue noutra direção muito diferente.

Fisher gostava de ser solteiro e de apenas ter casos de uma noite para se divertir. Isto antes de conhecer Ivy e descobrir naquela estranha mulher a mulher que ele queria para a sua vida. Bastou um olhar, uma pequena troca de palavras para Fisher e Ivy perceberem que se poderia passar algo mais entre os dois. De imediato nasce uma paixão ardente em que os protagonistas se escondem do mundo e decidem gozar apenas da companhia um do outro. Mas a vida real tem que ser vivida e é quando Ivy e Fisher voltam para essa vida que descobrem que "apaixonar-se é a parte fácil..." - frase de abertura do livro.

Este não é um livro que se possa desenvolver mais o resumo. Isto porque a verdadeira essência do livro é a jornada que os personagens percorrem. As dificuldades que ultrapassam para ficarem juntos. Esta é uma jornada real e acredito que muito leitores possam rever partes da sua vida enquanto lêem o romance. Os protagonistas têm problemas reais sem entrar no exagero.

A escrita do autor também ajuda imenso durante esta viagem. É um escrita estranha, diferente e muito própria. De alguma forma é extremamente direta, mas a maneira de ser do protagonista dá uma certa ligeireza a todo o discurso. Fisher mesmo quando está nas piores situações é irónico e uma personagem divertida. Pode estar triste e cabisbaixo mas arranja maneira de gozar, por assim dizer, com a própria tristeza. Já Ivy não a conheci muito bem. A narrativa é do ponto de vista de Fisher e assim apenas temos acesso às ações de Ivy e não aos seus verdadeiros sentimentos. Claro que podemos imaginar a situação em que ela se encontra e o porquê de fazer o que faz, mas ligamos-nos mais a Fisher por a ação ser totalmente do ponto de vista dele.

É um livro que prende por ser tão real, tendo uma boa dose de humor sarcástico o que aligeira as situações mais sérias. Um livro que me surpreendeu.

1 devaneios :

isa disse...

gostava de ler :)