Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Guarda-me para Sempre" de Brigid Kemmerer

Passatempo

Passatempo
Até 22 de Julho!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

segunda-feira, 20 de agosto de 2018
Autora: Tessa Dare
ISBN: 9789728592189
Edição ou reimpressão: 10-2016
Editor: TopSeller
Páginas: 320

Sinopse:
Spindle Cove é uma vila para donzelas em risco de serem seduzidas pelos cavalheiros errados, já que se tornou também o lar de uma pequena milícia de soldados incorrigíveis. Estão reunidos os ingredientes para um verdadeiro escândalo.
Minerva Highwood, uma inteligente e determinada geóloga, habitante de Spindle Cove, está a planear uma viagem à Escócia para apresentar uma grande descoberta num simpósio de relevo. Mas uma mulher solteira e de boas famílias não pode viajar sozinha. E só uma pessoa a poderá ajudar.
Lorde Colin Payne, um conhecido libertino, está ansioso por voltar a Londres, agora que a guerra acabou. Porém, sem dinheiro, não tem como sair da vila. Minerva Highwood tem a solução para o seu problema, mas para isso ele terá de a acompanhar até Edimburgo.
Estes parceiros improváveis embarcam numa viagem de quase 700 quilómetros, tentando convencer as respetivas famílias de que estão apaixonados e que fugiram para casar. Ao longo de sete dias, eles terão de partilhar uma carruagem e… uma cama, sem se matarem. Será que vão conseguir chegar ao destino inteiros? Ou ficarão perdidos de amor pelo caminho?


Opinião:
Adoro romances de época. Em que temos sempre umas personagem masculina máscula e decidida a não casar e uma personagem feminina que acha que não precisa de um homem e de repente fica louca de amores. Todos sabemos como a história termina, mas é o caminho que queremos ler e é isso que nos faz ficar empolgados, pelo menos no meu caso. Sendo uma autora e uma saga que já eram minhas conhecidas, a vontade de ler e saber mais sobre ela ainda foi superior!

Minerva é a "nerd", a esquisita e aquela que dificilmente arranjará alguém com os mesmos interesses que ela. Apaixonada por geologia, uma paixão que não parece ser entendida por ninguém que a rodeia, Minerva é uma pessoa solidária e que se fecha muito em si mesma. Quando recebe um convite para a maior convenção de geologia do país, Minerva não acredita na sua sorte!! Mas como pode uma jovem solteira atravessar o país, à rebelia da mãe, para ir a uma convenção que em nada é indicada para uma jovem senhora?

Lorde Colin Payne serviu na guerra mas após esta viu-se sem dinheiro para sair daquela ilha em que até as mulheres começam a ser demais!! Quer sair dali, voltar a Londres, à civilização!! Mas a falta de dinheiro impede-o de o fazer, até a estranha rapariga dos óculos da vila, que está constantemente a olhar para as pedras, lhe faz uma proposta bem interessante.

É um livro muito engraçado! Desde o início da saga esta era talvez a personagem feminina em quem eu tivesse uma maior curiosidade. Conhecemo-la da restante saga por ser tímida, mas mordaz nas suas respostas quando assim tem que ser, por ter uma inteligência acima do normal e por não se importar de forma alguma se os homens gostam dela ou não. E conhecê-la ainda melhor, saber o que lhe passava pela cabeça, foi ainda melhor e adorei!!

Também gostei da personalidade de Colin e de como este começou a sentir-se protetor em relação a Minerva. Aquilo que inicialmente era um "travar conhecimento" e um "meio para atingir o fim", acabou por ser uma verdadeira missão e os sentimentos que se desenvolveram a partir daí tiveram uma razão de acontecer, e foram acontecendo aos poucos, não foi algo repetino e gostei desse desenvolvimento.

Tenho que dizer que tive pena do final, não a nível romântico mas a nível profissional para Minerva, mas a autora quis trazer realismo ao livro e acho que o conseguiu dessa forma (não, não vos vou dizer o que é ahahah).

Uma autora que gosto muito e que recomendo!

2 devaneios :

Marisa Luna disse...

Obrigada pela partilha!!!

Vanessa Montês disse...

Um bom livro Marisa :)