Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Se Conhecessem a Minha Irmã..." de Michelle Adams

Passatempo

Passatempo
Até 3 de Setembro

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

quarta-feira, 18 de setembro de 2013
Autor: Federico Moccia
Edição/reimpressão: 2011
Editor: Contraponto
ISBN: 9789896660895

Sinopse:
Alex e Niki, mais apaixonados do que nunca, regressam do farol na ilha de Blu, onde passaram dias inesquecíveis. Niki reencontra as amigas, mas as Ondas vão deparar-se com grandes mudanças que irão pôr à prova a sua amizade. Alex retoma a sua antiga vida e aos seus velhos amigos. Flavio, Enrico e Pedro passaram de maridos tranquilos e seguros a ter de enfrentar muitas dificuldades que têm vindo a abalar os seus casamentos. E todas estas pessoas - homens e mulheres de diferentes idades -, cada uma à sua maneira, vão reflectir sobre o amor. O amor existe? A crise dos sete anos será mesmo verdade? Aqueles que dizem que o amor não pode durar mais de três anos têm razão? E a pergunta mais difícil: O amor pode durar para sempre? É então que Alex decide arriscar e pedir Niki em casamento…


Opinião:
Após ter lido pela primeira vez algo escrito por este autor, e tendo nas minhas mãos o livro seguinte que dava seguimento à história de Niki e Alex, não resisti e comecei a lê-lo de imediato!

No livro anterior acabamos a história com um casal feliz e realizado. Niki e Alex estão super apaixonados e felizes juntos. Conseguiram revelar a sua relação a todos e arranjar forma de estarem juntos o máximo de tempo possível. Além disso a campanha de publicidade que tanto assombrava Alex no primeiro livro é uma das campanhas mais bem sucedidas dos últimos tempos o que lhe dá um conforto com o seu lugar na empresa.

Alex sabe que embora seja demasiado cedo, Niki é a mulher da sua vida. Ama-a como nunca amara ninguém, além de que ao seu lado a sua vida é muito mais divertida e empolgante. Com esse objectivo acaba assim por pedir Niki em casamento. Um pedido emocionante e feito de uma forma diferente, que apanha Niki de surpresa, sendo de imediato aceite! Mas Niki ainda é muitíssimo jovem, ou seja, o casamento é uma ideia fantástica e romântica... Mas para uma rapariga que acabara de entrar na universidade, que tem constantemente testes, trabalhos e outras coisas, ter que prescindir das saídas com os amigos e das horas de sono com o propósito de planear um casamento acaba por ser demasiado.

Niki sempre fora alguém determinado e destemido, mas quando recebe a todas as horas do dia chamadas das irmãs e da mãe de Alex com o objectivo de organizar o casamento não dos sonhos de Niki mas dos seus sonhos (das irmãos e mãe de Alex), a verdade é que entra de tal forma em desespero que o casamento acaba por ser a menor das suas preocupações e o que menos quer naquele momento.

Este livro segue mais a vida dos amigos de Alex do que propriamente o casal principal, Alex e Niki. Muito sinceramente gostei de ver essa alteração de cenário. De ver o que acontece ao casal que precisa de algum espaço. Do casal que se separa de vez pois o homem não consegue manter as calças vestidas. E do casal que se separa de forma sincera embora brusca pois percebe que simplesmente não dá. Foram esses casais que seguimos e foi isso que me fez adorar ler este livro e que me fez continuar a ler e a ler e a ler. A parte sobre Niki e Alex é interessante, mas é mais uma narrativa sobre confiança do que o resto. Daí ter gostado tanto das intrigas entre os restantes casais.

A escrita continua a seguir a lógica do primeiro livro. Directa, simples e como guião de cinema. Uma escrita boa para um dia em que não queremos pensar em demasiado, em que queremos ler algo que não exija demasiado de nós. E este livro segue bem esse objectivo. Recomendo e hei-te ler algo mais deste autor.

0 devaneios :