Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Prometes Amar-me?" de Monica Murphy

Passatempo

Passatempo
Até 23 de Julho

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

domingo, 22 de maio de 2011
Autora: Alyson Noël
Edição/reimpressão: 2010
Páginas: 286
Editor: Edições Gailivro
ISBN: 9789895577101
Coleção: 1001 Mundos

Sinopse:
Entrem num mundo encantador onde o verdadeiro amor nunca morre... Depois de um terrível acidente que lhe matou a família, Ever Bloom, de dezasseis anos, consegue ver as auras das pessoas que a rodeiam, ouvir os seus pensamentos e conhecer a história da vida de qualquer pessoa através de um simples toque. Desviando-se, sempre que possível, no sentido de evitar qualquer contacto humano e de esconder esses dons, Ever é vista como uma anormal na escola secundária à qual regressa. Mas tudo muda, quando conhece Damen Auguste. Damen é encantador, exótico e rico. E é a única pessoa que consegue silenciar o ruído e as manifestações de energia que invadem a cabeça de Ever. Ele transporta uma magia tão intensa que parece conseguir ler a alma de Ever. À medida que Ever é arrastada para o sedutor mundo de Damen, onde abundam os segredos e os mistérios, começam a surgir-lhe mais perguntas do que respostas. Além de que não faz ideia de quem realmente é... ou daquilo que é. Apenas sabe que se está a apaixonar desesperadamente.


Opinião:
Sim, eu gosto da saga Crespúsculo. Os leitores deste blogue já se devem ter apercebido isso. Uma leitura calma, mas que satisfaz e que até tem uma história interessante. Este livro é um pouco como o Crespúsculo. Rapariga com capacidade de ler mentes, encontra alguém a quem não consegue ler a mente e puff!!

Mas se pensam que é uma imitação do livro de Stephenie Meyer, desenganem-se. O início da premissa é muitíssimo parecido com a premissa de Stephenie Meyer, mesmo tipo de personagens, mesmo tipo de problemas... mas com o avanço da história esta começa a divergir da história que conhecemos, ganhando uma nova vida.

Ever é uma orfã que perdeu os pais num acidente de aviação e que esteve durante alguns minutos morta, tendo ao acordar o poder de ler pensamentos. Algo que para muitos poderia ser um dom... mas que para ela é uma maldição! Mas o que poderia ser uma situação complicada, torna-se algo demasiado complicado quando a irmã morta aparece como fantasma à sua frente! E para além de estar mais directa, mantém-se a par de tudo o que se passa na antiga terra onde Ever vivia, fazendo-a sentir saudades dos seus antigos amigos e chegando mesmo a chateá-la.

E ainda piora mais ao conhecer Damen. O rapaz sedutor cujos pensamentos ela não consegue ler e que tem uma adoração qualquer por flores!

Sim, gostei. Não é uma obra prima, mas é algo que se lê com vontade e que nos prende à narrativa, tendo uma história interessante, viciante e uma história de amor "fofinha". As personagens até são interessantes à medida que são desenvolvidas e a revelação final do que é realmente Damen dá uma nova reviravolta à história.

E como já tenho o próximo livro em casa é um must read!!

2 devaneios :

Pedacinho Literário disse...

Bem, Crazy, andas uma máquina de devorar livros e escrever opiniões!!!! E eu que estou há quase dia e meio para escrever uma única opinião... que inveja!! :P

Também já li este livro e confesso que não desgostei. É como dizes, não é nenhuma obra prima mas lê-se bem. No entanto, devido a comentários que tenho lido, estou algo relutante em pegar no próximo. Fiquei com a sensação de que se trata de um livro muito introspectivo com longas sessões de descrição e pensamentos interiores de Ever... Não sei ... Talvez espera para saber o que tu achas. :)

Beijinho*

v_crazy_girl disse...

lololol
deixei imensos livros por comentar e ontem estive a pô-los em dia :P e ainda falta um ou outro xD

A sério? Não sei se isso é bom :S Mas como o tenho cá em casa hei-te lê-lo de uma forma ou de outra brevemente pois estou muitíssimo curiosa :P

bjs*