Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"O Amor que Nos Une" de Megan Maxwell

Passatempo

Passatempo
Resultados!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

quinta-feira, 1 de setembro de 2011
Autora: Claudia Gray
Edição/reimpressão: 2011
Páginas: 304
Editor: Editorial Planeta
ISBN: 9789896571641

Sinopse:
Academia Evernight: um colégio interno exclusivo para os estudantes mais belos e perigosos do mundo - vampiros. A Bianca, filha de vampiros, sempre foi dito que o seu destino seria tornar-se um deles. Mas apaixonou-se por Lucas, um caçador de vampiros empenhado em destruir a sua espécie. Foram forçados a separar-se quando a verdadeira identidade dele foi revelada, o que o obrigou a fugir da escola. Apesar de estarem afastados, Bianca e Lucas não desistem um do outro. Ela arriscará tudo para poder vê-lo outra vez, mesmo que isso implique enfrentar os caçadores de vampiros da Cruz Negra - ou enganar os poderosos vampiros da Academia Evernight. Os segredos de Bianca vão obrigá-la a viver na mentira. No entanto, não é a única com segredos. Quando Evernight é atacada por uma força maléfica que parece querer atingi-la, Bianca descobre que a verdade que julgava conhecer é apenas o início...


Opinião:
Já li o volume anterior desta saga há algum tempinho, mas lembro-me perfeitamente que adorei o livro e que foi algo diferente do que estava à espera. Tinha mais suspense do que esperava e a história não era apenas "mais uma" na longa lista de história de romances vampíricos. Por isso foi com grande expectativas que comecei a ler este livro.

Bianca está de volta à Academia Evernight, uma academia especial embora nem todos o saibam. O que tem esta academia de tão especial? Praticamente toda a sua população é constituída por vampiros que se inscreveram nesta escola tão peculiar para se manterem ligados à actualidade e não à sua verdadeira época. Mas também existem poucos humanos nesta academia. O propósito? De acordo com a directora para os vampiros criarem laços com o mundo exterior, para saberem conviver com pessoas normais e não apenas com outros vampiros. Mas Bianca desconfia que não é bem assim, tal como o seu adorado Lucas desconfiava, tendo sido esta a missão de Lucas no livro anterior. Entrar na Academia Evernight para descobrir o porque de esta aceitar alunos humanos e qual o processo de escolha para os que entravam na academia.

Embora esteja agora afastada de Lucas, Bianca continua com a sua pesquisa, fazendo o máximo para desvendar este mistério, mas quando se apercebe que precisa de mais liberdade não apenas para continuar a sua pesquisa, mas para se encontrar com Lucas, decide aliar-se com Balthazar, que também tem os seus motivos para querer tal união.

Sinceramente esperava um pouco mais deste livro. Sem dúvida alguma que tal deveu-se à minha "adoração" pelo livro anterior da saga, mas infelizmente - e embora eu seja uma romântica incurável -, Bianca esteve de tal forma focada em Lucas que parecia que todas as partes do seu cérebro apenas pensavam nele, nele e nele! Não havia nem um pouco de maturidade nela, uma maturidade que eu estava à espera de ter aparecido pois passou um ano deste que a "conhecemos" e esperava um crescer da maneira de ser da personalidade, mas infelizmente isso não aconteceu e pareceu-me que sempre que ela pensava em algo, no pensamento aparecia a palavra "Lucas". Continuou a investigação dele não porque estava curiosa, mas para passar as informações a Lucas para o pai deste ficar orgulhoso dele... Aliou-se a Balthazar para ajudar Lucas... Tudo o que fez foi para ajudar o Lucas...

Por outro lado neste volume a personagem de Balthazar é desenvolvida e isso sim, foi uma surpresa muitíssimo agradável! Eu já estava curiosa com este vampiro há imenso tempo e quando reparei que neste volume havia uma aumento de protagonismo para ele, fiquei super feliz! Sem dúvida um vampiro com o seu "quê", que embora não pareça tem os seus fantasmas pessoais e medos. Também conhecemos outra vampira antiga, de seu nome Charity e adorei a maneira com a autora descreve no livro, a maneira selvagem como ela age, a sua maldade para com a raça humana!

Também apareceram outros serem sobrenaturais neste livro, espectros. Espectros esses que têm um fascínio especial por Bianca que esta não compreende. É estes novos seres que vem o nome do romance, pois temos a descrição que sempre que eles aparecem o ambiente fica frio, gelado.

Embora a personagem principal tenha ficado aquém das minhas espectativas, as novas personagens apresentadas e as antigas mais desenvolvidas, foram simplesmente deliciosas e o final do livro - que não estava nada à espera -, deixou-me a esperar ansiosamente pelo próximo volume da saga.

0 devaneios :