Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Se Conhecessem a Minha Irmã..." de Michelle Adams

Passatempo

Passatempo
Até 3 de Setembro

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

domingo, 16 de novembro de 2014
Autor: Fernando Pessanha
Edição/reimpressão: 2013
Páginas: 86
Editor: Edições Mandil
ISBN: 9789899808850

Sinopse:
Havia, na dissimulação do seu olhar, a expressiva indiscrição da curiosidade, Bernardo sentiu aquele olhar colocado em si e ficou atento aos seus movimentos. Continua a escrever, inspeccionando pelo canto do olho a gracioso silhueta da mulher. Teria uns trinta anos, o que lhe trouxe à memória a obra de Honoré de Balzac. Era elegante e de altura mediana, com o cabelo liso escuro e escorrido que quase lhe chegava aos ombros. Atreveu-se a levantar a cabeça e olhá-la sem reservas, enquanto gesticulava a caneta por entre os seus dedos, como se estivesse a ponderar que a frase escrever a seguir. Aparentemente, ela tinha voltado à leitura, apresentando a mesma expressão de estranheza estampada no rosto. Não... olhou-o uma vez mais e os seus olhares acabaram por cruzar-se. Tinha uns familiares olhos felinos, de cor indefinida, algures entre o cinzento e o verde, e os lábios finos e bem desenhados. Esboçou um sorriso indecifrável, pelo que Bernardo voltou a baixar os olhos e a escrever no seu caderno. Não chegou a escrever muito mais, pois sentiu a mulher descruzar a perna, levantar-se e estacar à sua frente.


Opinião:
Antes de mais, muito obrigada ao autor Fernando Pessanha por me ter feito chegar este pequeno livro às mãos, com diversos contos que acabam por se cruzar de uma forma muito estranha e interessante. Admito que antes de o autor me referir que já tinha publicado outros pequenos livros, não fazia ideia que para além do livro publicado pela Coolbooks (chancela de ebooks da Porto Editora), existiam outros títulos do autor. Livros de ficção e até mesmo de não ficção. Foi assim, graças ao autor, que me chegaram dois pequenos livros em mão, com dedicatórias muitíssimo simpáticas e este é um desses livros.

Não vou fazer um pequeno resumo como costumo fazer pois o especial deste livro são as pequenas surpresas que nos surpreendem ao longo da narrativa. A escrita do autor neste livro é mais vivida e até mesmo mais interessante comparativamente ao outro livro que li do autor. Apesar de serem estilos totalmente diferentes, o que acaba por provar que este é um autor que consegue escrever com grande diversidade, a escrita prende o leitor e não quis largar o livro até compreender como é que todos os pequenos contos se acabavam por interligar.

Sim, porque inicialmente as histórias parecem não estar relacionadas, mas começamos a compreender que não é bem assim e adorei como o autor as conseguiu relacionar e demonstrar os diferentes lados de cada personagem e cada ação que estas tomavam, ações essas que podiam prejudicar uma pessoa mas também podiam ajudar outra.

Sem dúvida um pequeno livro que se lê rapidamente e gostei mais do que pensava. Experimentem ler os outros trabalhos do autor, vão ver que irão gostar.

0 devaneios :