Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"O Amor que Nos Une" de Megan Maxwell

Passatempo

Passatempo
Resultados!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

quarta-feira, 12 de novembro de 2014
Autora: Sarah Pekkanen
Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 352
Editor: TopSeller
ISBN: 9789898626486

Sinopse:
Visto de fora, o casamento de Julia e Michael parece ser perfeito. Ambos filhos de infâncias difíceis, vivem agora uma vida de sonho na sua casa luxuosa em Washington, DC. Julia é uma organizadora de eventos muito requisitada, e Michael acaba de vender a sua bem-sucedida empresa por 70 milhões de dólares. Mas, na verdade, ao longo dos anos Michael foi-se afastando de Julia, privilegiando o trabalho, e vivem ambos uma relação infeliz, apesar de funcional.
Um dia, inesperadamente, Michael tem uma paragem cardíaca. Quatro minutos e oito segundos depois, um desfibrilhador portátil reanima o seu coração. E no decorrer daqueles minutos perdidos, ele torna-se uma pessoa diferente. Agora, o dinheiro nada lhe diz, e Michael resolve desfazer-se de todo o património.
O mundo de Julia colapsa. Por um lado tem agora o vislumbre do homem que outrora amou mas que, ao longo dos anos, se foi tornando um estranho; por outro, feridas do passado tardam em sarar e deixam-na reticente quanto a esta mudança. Será possível voltar a acreditar numa vida simples e mais feliz?


Opinião:
Esta capa é lindíssima. Transmite uma sensação de calma, paz e amor que de imediato nos enche o coração e quase traz lágrimas aos olhos. Exagero? Não acho e ao vivo a capa é ainda mais bonita! Admito que li este livro para determinar se continuava ou não a ler livros desta autora. O último livro da autora, embora tenha sido interessante e com uma boa linha de história, era cansativo. Um livro que por vezes, embora tivéssemos curiosidade de continuar, fartava por a escrita chegar a ser tão pesada e repetitiva.

Julia e Michael são o casal que todos tentam ser. Cresceram juntos e desde cedo se tornaram os melhores amigos. Sendo ignorados por tudo e todos, descobriram um no outro o seu melhor amigo. Aquela pessoa com quem podem sempre contar e que está lá para tudo. De melhores amigos tornaram-se namorados e o casamento veio de seguida. Algo que os uniu verdadeiramente foi o desejo de sairem da pequena terra onde moravam, de serem algo mais e de conseguirem uma vida boa e confortável.

Os anos passaram e a inteligência de Michael, aquela que o fazia ser tão gozado em criança, tornou-o um dos homens mais ricos do mundo. Através de uma ideia que parecia não passar disso, acabara por criar uma empresa multimilionária. Michael começou então a tornar-se capa de revistas, a ser perseguido pela sua fama e dinheiro. Julia não se tornara dona de uma multinacional, mas tinha um grande lugar de destaque ao lado do seu marido, sendo dona de um pequeno negócio caseiro que preferia manter assim.

O grande problema dessa fama era a distância. Michael e Julia passaram de melhores amigos para simples desconhecidos que partilhavam uma casa. Pessoas que fingiam ser felizes para os olhares curiosos, mas que mal se encontravam sozinhos ia cada um para o seu lado. Os segredos, a distância e a desconfiança afastara-os, mas quando Michael tem um repentino ataque cardíaco que quase o mata tendo estado algum tempo morto, algo muda e a sua relação volta repentinamente a tornar-se o que era há muitos anos atrás.

Muito sinceramente não sei bem o que pensar deste livro. Está sem dúvida algum melhor do que o livro anterior que li da autora. Acho que a ação está mais fluída e acabamos por nos ligar mais às personagens. O meu grande problema no primeiro livro, como já havia referido, é que sentia que faltava algo, a fluidez que me prende do início ao fim de um livro. Isso foi algo que não aconteceu desta vez. As personagens prendiam-nos e a autora colocava uma aura de mistério em torno dos verdadeiros problemas do casal, sem exageros, um ponto muito positivo.

Apenas senti falta de uma coisa, de mais profundidade nas personagens. Se no outro livro esse era um ponto em excesso, neste é um ponto em falta. Queria conhecer mais e mais sobre a sua relação, mais revelações, mas segredos e mentiras. Pode ser sempre a minha parte intriguista a falar e a querer mais, quem sabe, mas faltou-me um bocado de mais intriga.

Apesar disso é um livro profundo, querido e que acaba por nos tocar. Um homem que repentinamente compreende todos os erros que havia cometido e que tenta ementar isso no pouco tempo de vida que sente ter. Um livro da autora que me surpreendeu.

0 devaneios :