Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"A Derradeira Ilusão" de Diane Chamberlain

Passatempo

Passatempo
Resultado!!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

domingo, 13 de dezembro de 2015
Autora: Ruta Sepetys
Edição/reimpressão: 2011
Páginas: 272
Editor: Edições Contraponto
ISBN: 9789896660857

Sinopse:
Em 1941, Lina, de quinze anos, prepara-se para ingressar na escola de artes e para tudo o que aquele verão lhe pode proporcionar. No entanto, uma noite, a polícia secreta soviética invade a sua casa, levando-a juntamente com a sua mãe e o irmão mais novo. São enviados para a Sibéria. O pai de Lina é separado da família e conduzido a um campo de concentração. Lina decide arriscar tudo e usa a sua arte como forma de enviar mensagens, na esperança de que estas cheguem ao campo prisional onde o seu pai se encontra e lhe transmitam que a sua família ainda está viva. É uma longa e comovente viagem. Apenas a força, o amor e a esperança fazem com que Lina e a família resistam a cada dia. Mas será isso suficiente para os manter vivos?


Opinião:
Já tinha lido um outro livro da autora que considerei uma das minhas melhores leituras do ano passado e essa foi a verdadeira causa para querer ler este livro. Se o outro tinha sido tão bom, este de certeza que seria um bom livro. E com uma capa tão simples mas bonita e uma sinopse que remete para o tema da segunda guerra mundial, o que não faltariam seriam oportunidades para este ser uma boa leitura.

Lina sempre fora uma artista de alma e coração. Apesar de nova, era reconhecida pelo seu talento e por ser uma pessoa simpática e com um sorriso sempre pronto para aqueles em seu redor. E o seu talento estava prestes a permitir que integrasse uma escola de arte! Mas qual não é a sua surpresa quando a sua casa é invadida do nada com homens brutos e ameaçadores que a separam do seu pai, levando a que Lina, a mãe e o irmão mais novo sejam reencaminhados para um campo de concentração.

Apesar de ser uma viagem difícil e uma jornada de pesadelo, Lina mantém a sua esperança ao longo de toda a viagem, decidindo usar a sua arte, o seu traço próprio, para deixar mensagens para que o pai as conseguisse encontrar. Lina e o irmão acabam assim por crescer num ambiente de guerra, Lina perdendo rapidamente a sua inocência, algo que o irmão parece conseguir manter, apesar de chorar de noite com dores por causa dos dias duros de trabalho e da preocupação de ser apanhado quando trazia batatas escondidas para alimentar Lina e a mãe. Um livro sobre a luta de muitos seres humanos durante uma das épocas mais cruéis da história da humanidade.

Muito sinceramente fiquei surpreendida com este livro, apesar de admitir que gostei mais do livro que tinha lido anteriormente da autora. Neste a autora usa um tema conhecido, a segunda guerra mundial, mas consegue criar personagens diferentes de muitas outras que já nos foram apresentadas. Nela conhecemos famílias que fizeram de tudo para sobreviver. Famílias fictícias que sabemos que foram inspiradas em tantas outras reais. Pessoas que se prostituem para os grandes chefes para salvarem os familiares e outros membros dos campos. Pessoas que se tornam "bufos" para se salvarem a si mesmos e essencialmente a todos que amam. Pessoas que ajudam aqueles que odeiam para manter a esperança de virem a conhecer de novo a liberdade.

Este é um livro muito bom, tal como a autora já me tinha habituado e tenho pena de ainda não terem sido publicados outros trabalhos seus em Portugal, mas não hei-te perder a esperança que tal venha um dia a acontecer. Recomendo a todos!

2 devaneios :

Marilina Simões Fernandes disse...

Olá,
Tenho este livro há algum tempo. Realmente a capa é lindaaaaaaa.
Só não tenho o tempo que desejo para o ler.
;)

Vanessa Montês disse...

Mal consiga tem que o ler Marilina :) É mesmo bonito e lê-se rapidamente. :) Feliz Natal!!